A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO E DA PESQUISA JURÍDICA: DECODIFICANDO O DNA DA FGV DIREITO RIO

Pedro Fortes

Resumo


A palavra instituição possui dois significados correntes. Pode expressar a ideia de uma organização, como quando alguém se refere à Presidência da República, ao Senado Federal ou ao Ministério Público como uma instituição. Além disso, pode significar a existência de determinadas regras do jogo que são observadas, de maneira a pautar a atividade das pessoas. No caso particular da educação e da pesquisa jurídica, os dois sentidos são complementares, na medida em que o estabelecimento de uma organização de excelência no ensino e na pesquisa exige a implementação do modelo acadêmico, dos padrões de conduta pedagógica, de programas de internacionalização e de projetos de pesquisa de ponta. Noutras palavras, qualidade acadêmica exige investimento de tempo, recursos, pessoal e um projeto consistente de educação. O presente dossiê sobre a institucionalização da educação e pesquisa jurídica investiga o tema através do estudo de caso da formação, desenvolvimento e consolidação da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV) no Rio de Janeiro. Os textos reunidos nessa coleção examinam como ocorreu a institucionalização da educação e da pesquisa jurídica na FGV Direito Rio. Em termos de recorte temporal, os textos foram produzidos no final da gestão do Professor Joaquim Falcão a frente da direção da Escola, servindo como material para a reflexão sobre sua gestão entre 2002 e 2017 como seu fundador e principal líder. Além disso, o dossiê serve também como um documento histórico sobre os desafios, limites e possibilidades para o desenvolvimento do projeto inovador de ensino e pesquisa jurídica no cenário do Brasil contemporâneo. A publicação do dossiê na Revista de Estudos Institucionais (REI), editada pelo eminente Professor Carlos Bolonha e vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGD/UFRJ), possui o objetivo de ampliar o debate sobre a experiência institucional da FGV Direito Rio para a comunidade acadêmica brasileira em geral, aproveitando o seu efeito multiplicador, enorme alcance e audiência qualificada. Apesar de a FGV desde o seu início ter mantido a série Cadernos FGV Direito Rio - sobre ensino, pesquisa e  profissão jurídica - a publicação desses ensaios na REI certamente terá repercussão exógena e difusão distribuída pela rede de instituições de ensino federais de excelência no país.


Palavras-chave


Institucionalização da Educação; Pesquisa jurídica; Profissão jurídica

Texto completo:

PDF

Referências


Alfredo Lamy Filho, A Crise do Ensino Jurídico e a Experiência do CEPED. Edição Especial. Série Cadernos FGV DIREITO RIO; Gabriel Lacerda, Joaquim Falcão e Tania Rangel (org.), Aventura e Legado no Ensino Jurídico. Rio de Janeiro: Editora FGV (2012).

Caio Farah Rodriguez e Joaquim Falcão, O Projeto da Escola de Direito do Rio de Janeiro do FGV, em Projetos Para Um Novo Ensino Jurídico no Brasil. Série Cadernos FGV DIREITO RIO, volume 1 (2005).

David Trubek, Max Weber on law and the rise of capitalism. Wisconsin Law Review, 720 (1972).

David Trubek & Alvaro Santos (2006). The third moment in law and development theory and the emergence of a new critical practice, in David Trubek & Alvaro Santos (Eds.), The new law and economic development: a critical appraisal. Cambridge University Press (2006).

David M. Trubek, Reabrindo o Arquivo Morto do CEPED: O Que Podemos Aprender de um "Caso de Arquivo Morto", Gabriel Lacerda, Joaquim Falcão e Tania Rangel (org.), Aventura e Legado no Ensino Jurídico. Rio de Janeiro: Editora FGV (2012).

Francisco Clementino de San Tiago Dantas, A Educação Jurídica e a Crise Brasileira, em Educação Jurídica e Método de Caso, Série Cadernos FGV DIREITO RIO, volume 3 (2009), 9-37, publicado originalmente na Revista Forense, n. 159, p. 453 (1955).

Gabriel Lacerda, CEPED - Um Debate Que Dura Há Quase Meio Século, em Gabriel Lacerda, Joaquim Falcão e Tania Rangel (orgs), Aventura e Legado no Ensino Jurídico. Rio de Janeiro: FGV DIREITO RIO (2012).

Henry J. Steiner, Evaluation of FGV Direito Rio de Janeiro, April 2010, Manuscrito entregue a direção da Escola Direito Rio e tornado público pelo Diretor, Joaquim Falcão, como parte do material didático da disciplina FGV DIREITO RIO: Um Projeto Em Construção no ano de 2015.

John Merryman, Law and Development Memoirs I: The Chile Law Program. The American Journal of Comparative Law, 48(3), 481-499 (2000).

John Merryman, Law and development memoirs II: slade. The American Journal of Comparative Law, 48(4), 713-727 (2000).

John Merryman, Legal education there and here: A comparison. Stan L. Rev., 27, 859 (1974).

Lawrence Friedman, On Legalistic Reasonsing - A Footnote to Weber. Wisconsin Law Review, 14 (1966).

Max Weber, Economy and society: An outline of interpretive sociology. University of California Press (1978).

Pedro Fortes, An Agenda for Latin American Law and Development, in Rachel Sieder, Karina Ansolabehere, and Tatiana Alfonso (org.), Routledge Handbook of Law and Society in Latin America, London: Routledge (2019).

Pedro Fortes, How Socio-Legal Norms Emerge Within Complex Networks: Law and (In)formality at Ipanema Beach, FIU Law Review, vol. 10, n. 1, p. 183 (2014).

Pierre Legrand, John Henry Merryman and Comparative Legal Studies: A Dialogue. The American Journal of Comparative Law, 47(1), 3-66 (1999).

Roberto Mangabeira Unger, Uma Nova Faculdade de Direito no Brasil. em Projetos Para Um Novo Ensino Jurídico no Brasil. Série Cadernos FGV DIREITO RIO, volume 1 (2005), 16-38.

Roy Stuckey e outros, Melhores Práticas para Métodos de Ensino Não-Experimentais, em Educação Jurídica e Método de Caso, Série Cadernos FGV DIREITO RIO, volume 3 (2009).

Yves Dezalay and Bryant Garth. The internationalization of palace wars: Lawyer, Economists, and the Contest to Transform Latin American States. Chicago/London: Universidad de Chicago Press (2002).


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Pedro Fortes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

                                                                                                                     

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia